Tag: 1884

Autorizada construção de zoo no Rio de Janeiro

TÍTULO O que vae pelo Brazil
AUTOR desconhecido
DATA 26 de outubro 1884
LOCAL Rio de Janeiro, RJ
FONTE  jornal “A Província de São Paulo”
REPOSITÓRIO  Acervo Estadão
DESCRIÇÃO
 Ministério do Imperio autoriza commendador João Baptista Vianna Drumond (Barão de Drummond), a construir no bairro de Villa Izabel um jardim zoologico “semelhante aos que ha em algumas cidades da Europa”

 

 

A mesma notícia foi veiculada também pelo “Correio Paulistano”:

 

TÍTULO   Thesouraria de Fazenda
AUTOR desconhecido
DATA  25 de outubro de 1884
LOCAL Rio de Janeiro
FONTE  jornal “Correio Paulistano”
REPOSITÓRIO  Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional
DESCRIÇÃO Ao noticiar autorização de criação de um zoo no Rio pelo Barão de Drumond, Correio Paulistano enfatiza que iniciativa semelhante ainda pode ser realizada pelo Imperial Instituto Fluminense de Agricultura

 

Espalhe

Deficiência de specimens prejudica zoo de Lisboa

TÍTULO Corresp. de Portugal
AUTOR C.V. [José Carrilho Videira?]
DATA 18 de novembro 1884
LOCAL Lisboa, Portugal
FONTE  jornal “A Província de São Paulo”
REPOSITÓRIO  Acervo Estadão
DESCRIÇÃO
 Correspondente relata brevemente como zoológico de Lisboa, “este recreio tão útil”, não correspondeu às esperanças, devido a “absoluta deficiencia de specimens zoologicos” e má-administração de seus diretores

 

Espalhe

Aves do Jardim Público de São Paulo viram alvo de vandalismo

TÍTULO Vandalismo
AUTOR desconhecido
DATA 2 de maio 1884
LOCAL São Paulo, São Paulo
FONTE  jornal “A Província de São Paulo”
REPOSITÓRIO  Acervo Estadão
DESCRIÇÃO
 Nota denuncia vandalismo e violência contra aves do Jardim Público (Jardim da Luz), em São Paulo. Texto correlaciona a violência contra os animais e a “selvageria” e os “typos que representantam a triste e atrazada civilisação desta santa terra bragantina”

 

 

Espalhe

Civilização alcança Lisboa com inauguração de zoo

TÍTULO Escrevem de Lisboa, a 29
AUTOR desconhecido
DATA 19 de junho de 1884
LOCAL Lisboa, Portugal
FONTE  jornal “A Província de São Paulo”
REPOSITÓRIO  Acervo Estadão
DESCRIÇÃO
 Reportagem relata inauguração do novo zoológico de Lisboa, Portugal, localizado no parque de S. Sebastião da Pedreira.

Interessante a observação do redator, que relaciona o zoo a uma prisão para os animais:

O local é magnifico, e n’aquelle vasto recinto todo coberto de arvoredos (…), os pobres animaes prisioneiros não terão ao menos a nostalgia da verdura e da sombra

Reportagem também lista os empresários envolvidos no negócio: [José Thomaz] Souza Martins e [Pedro] Van der Loan, e termina fazendo paralelo entre a presença de um zoo e o grau de civilização de uma cidade

Hein! Isto representa inquestionavelmente mais uma conquista que a civilisação alcançou sobre a inercia e rotineira d’esta boa Lisboa.

 

Espalhe

Zoo de Lisboa é inaugurado com cabras e ovelhas

TÍTULO Jardim Zoologico e de Aclimação
AUTOR desconhecido
DATA 29 junho 1884
LOCAL Lisboa, Portugal
FONTE  jornal “Seculo”, em reprodução pela “A Província de São Paulo”
REPOSITÓRIO  Acervo Estadão
DESCRIÇÃO
Reprodução de reportagem jornal português “Seculo”, de 29 de maio de 1884, sobre a inauguração do zoológico de Lisboa, em Portugal.
 
Boa parte do texto é uma enumeração dos animais presentes no parque. Muitos deles estão longe da categoria entendida como “selvagem” ou “exótica”, como cabras, ovelhas, bois, corvos, perdizes e cães. Há no entanto, uma girafa e uma gaiola de macacos, que era a “que mais chava a attenção do público”, além de camelos que podiam ser montados por visitantes. 
 
Interessante notar o interesse d’ “A Província de São Paulo” no empreendimento. 

 

Espalhe