Tag: circo

Novas versões sobre a morte de tratador alemão por elefante no Rio de Janeiro

 

TÍTULO  O elefante Topsy – o animal, enfurecendo-se, mata seu tratador
AUTOR  Desconhecido
DATA  18 de março de 1914
LOCAL  Rio de Janeiro
FONTE  Correio Paulistano
REPOSITÓRIO

Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional

DESCRIÇÃO

Correio Paulistano apresenta duas versões sobre a morte do tratador alemão pelo elefante Topsy no Rio de Janeiro. Em uma, a causa da morte é, na realidade, um ataque cardíaco, e fica a impressão de que o animal pertence a um circo.

Vale notar que o elefante tem o mesmo nome da paquiderme eletrocutada por Thomas Edson em 1903.

https://2.bp.blogspot.com/-W_cAeVd_iWw/U5X7PlZtArI/AAAAAAAAEQ4/fY61aS4S8xE/s1600/18+de+mar%C3%A7o.jpg

Espalhe

Elefante se vinga de pancada na tromba e mata tratador no Rio de Janeiro

 

TÍTULO  Ataque de um elefante
AUTOR  Desconhecido
DATA  19 de março de 1914
LOCAL Rio de Janeiro
FONTE O Estado de S.Paulo
REPOSITÓRIO

Acervo Estadão

DESCRIÇÃO

Reportagem relata, com detalhes brutais, a morte do jovem alemão Richard Nines pelo “elephante sábio” Tapsy no zoo do Rio de Janeiro. O evento é explicado por razões de mau humor, tanto do animal, quando do tratador.

Sobre o evento ainda aparecerão outras versões, com a mudança de grafia dos nomes tanto do tratador (Richard Nives) e do elefante (Topsy).

 

Espalhe

Grande Circo Zoológico Norte-Americano se apresenta em São Paulo sob direção de Rob McPherson

 

TÍTULO  Polytheama
AUTOR  Desconhecido
DATA  6 de fevereiro de 1910
LOCAL  São Paulo
FONTE  O Estado de S.Paulo
REPOSITÓRIO

Acervo Estadão

DESCRIÇÃO
Programação detalhada do Grande Circo Zoológico Norte-Americano, que esteve na cidade de São Paulo durante 1910 com “50 animaes ferozes” e 10 domadores sob a direção do norte-americano Rob Mac Pherson (provavelmente Robert McPherson). Entre os animais amestrados, estão cachorros, ursos, hienas, leões e um cabrito.

 

Espalhe

Criança é atacada por pantera em circo que se apresentava no centro de São Paulo

 

TÍTULO  Apanhada por uma fera
AUTOR  Desconhecido
DATA  8 de fevereiro de 1910
LOCAL  São Paulo
FONTE  O Estado de S.Paulo
REPOSITÓRIO

Acervo Estadão

DESCRIÇÃO  “Inocente criança” é atacada por “feroz animal”, uma pantera, durante intervalo de apresentação do Circo Zoológico Norte-Americano no centro da cidade (no Polytheama, na avenida São João). O ataque aconteceu quando os visitantes entraram no espaço das jaulas dos animais, desrespeitando as normas do circo.

 

Espalhe

Circo Spinelli se apresenta no centro de São Paulo

 

TÍTULO  Circo Spinelli
AUTOR  Desconhecido
DATA  Abril de 1902 (data incompleta)
LOCAL  São Paulo, São Paulo
FONTE  Correio Paulistano
REPOSITÓRIO

Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional

DESCRIÇÃO Propaganda do Circo Spinelli, que se apresentaria na praça João Mendes, no Anhangabaú, em São Paulo. Não está claro se o circo é de propriedade de Affonso Spinelli (diretor do Grande Circo Zoológico Europeu em 1895). A coleção zoológica do circo (que se classifca como uma “grande companhia equestre”) ganha pouco destaque na nota.

 

Espalhe

Grande Circo Zoológico Europeu chega a São Paulo e se apresenta no Largo da Concórdia

Três entradas foram reunidas por se tratarem de um mesmo tema

 

TÍTULO  Grande Circo Zoologico Europeu
AUTOR Propaganda 
DATA 14 de março de 1895 
LOCAL  São Paulo [Largo da Concórdia, no Brás], São Paulo
FONTE  Correio Paulistano
REPOSITÓRIO

Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional

 

DESCRIÇÃO

Propaganda do Grande Circo Zoologico Europeu, sob direção de Affonso Spinelli, destaca a presença de “linda collecção de animaes ferozes”, entre os quais “um enorme leão, uma onça, um urso, seis cachorros amestrados, seis cavallos e um cavallo asiatico, verdadeira novidade por não ter pello”.
Ou seja, dá-se ênfase à ferocidade dos animais, assim como seu caráter curioso (para o caso de animais domésticos como cavalos e cachorros).

Adiante, também é dado destaque a “instrumentos [musicais] differentes e exquisitos” de outras nacionalidades. 

 

 

TÍTULO Circo Zoologico Europeu
AUTOR Desconhecido
DATA 22 de março 1895
LOCAL  São Paulo [Largo da Concórdia, no Brás], São Paulo
FONTE  Correio Paulistano
REPOSITÓRIO

Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional

DESCRIÇÃO

 

Jornal classifica Grande Circo Zoologico Europeu como “companhia de cavallinhos” e indica espetáculo ao público. No entanto, o maior elogio não é à apresentação de animais, mas ao espetáculo musical dos três bemóis. 

 

 

TÍTULO Circo Zoologico
AUTOR Desconhecido
DATA 14 de março 1895
LOCAL  São Paulo [Largo da Concórdia, no Brás], São Paulo
FONTE  O Estado de S.Paulo
REPOSITÓRIO

Acervo Estadão

DESCRIÇÃO Sem mencionar o nome do circo, jornal faz breve nota sobre a “companhia equestra e gymnastica” presente no Largo da Concórdia, com “uma boa colleção de animaes ferozes”.

Espalhe

Circo traz hiena e urso para centro de São Paulo

 

TÍTULO Grande Circo Equestre, Gymnastico, Acrobatico e Zoologico
AUTOR desconhecido
DATA  28 de junho de 1881
LOCAL Largo de S.Bento, São Paulo, São Paulo
FONTE  jornal “Correio Paulistano”
REPOSITÓRIO  Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional
DESCRIÇÃO Circo de propriedade de Hilario Luiz de Almeida traz para São Paulo espetáculo com “urso ensinado”, “cavallos”, “dois macacos (…) bem domesticados” e “hiena (…) animal indomável”, segundo propaganda

 

Espalhe

Feras ‘muito raras’ são trazidas por circo Chiarini a São Paulo

TÍTULO  Grande Circo Chiarini
AUTOR desconhecido
DATA   5 de maio 1876
LOCAL  Largo de S. Bento, São Paulo
FONTE  jornal “A Província de São Paulo”
REPOSITÓRIO  Acervo Estadão
DESCRIÇÃO Em propaganda do Circo Chiarini, a coleção zoológica é chamariz de público. Segundo a peça, a “collecção de fêras” é digna de um “minucioso” estudo zoológico, portanto, “neutralizando o recreativo com o instrutivo”. Assim, já é feita a referência à “importância científica e educativa” frente ao simples prazer da exposição de animais, argumento recuperado por zoológicos.

 

Espalhe

Grande Circo americano traz onça, hiena e leão para São Paulo

TÍTULO  Grande Circo Americano, Meridional, Olympico, Equestre, Gymnastico, Mimico, Equilibrista e Zoologico da COMPANHIA AMERICANA MERIDIONAL
AUTOR desconhecido
DATA  1º de julho de 1866
LOCAL São Paulo, endereço exato não divulgado
FONTE  jornal “Diário de S.Paulo”
REPOSITÓRIO  Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional
DESCRIÇÃO Circo de propriedade de James Pedro Adams promove exposição de animais, entre eles, águias, hiena, búfalo, leão, onça, veado, faisão, cazae;  Anúncio diz que circo auxiliará nas despesas para a guerra contra o Paraguai

 

Espalhe

Beduínos e tupynambá americano se apresentam com animais

TÍTULO  Grande amphitheatro Americano, Meridional, Equestre Gymnastico e Zoologico. Proprietario James Pedro Adams
AUTOR desconhecido
DATA  15 de julho de 1866
LOCAL  São Paulo ; não é fornecido endereço exato
FONTE  jornal “Diário de S.Paulo”
REPOSITÓRIO  Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional
DESCRIÇÃO  Circo zoológico de James Pedro Adams faz apresentação com animais e homens em São Paulo. Interessante notar a presença de “beduínos”, e a representação de um “tupynambá americano” no espetáculo; entre os avisos de “prevenção”, está: é expressamente proibido bulir com os animais da exposição

 

Espalhe