Tag: Diário de S.Paulo

Lapões são expostos em zoo de Londres

 

TÍTULO  Raridades
AUTOR desconhecido
DATA  19 de dezembro 1877
LOCAL  Londres, Reino Unido
FONTE  jornal “Diário de S.Paulo”
REPOSITÓRIO  Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional
DESCRIÇÃO  Carl Bock, a pedido do “Sr. Farini”, viaja à Nova Zembla (Canadá) para trazer “animais vivos do mar” para exposição. No entanto, lá tem a “ideia” de “trazer alguns laponios”, voltando com dois homens e duas mulheres de pouco mais de vinte anos, além de renas. Todos ficaram no zoológico de Londres.

Também foram coletados alguns objetos etnográficos (“alguns objectos miudos de uso entre os indigenas da Laponia”).

 

Espalhe

Ursos brancos brigam e viram ‘espetáculo’ em zoo na Alemanha

 

TÍTULO  Espectaculo nunca visto
AUTOR desconhecido
DATA  24 de abril 1877
LOCAL  Jardim Zoológico de Colônia (Alemanha)
FONTE  jornal “Diário de S.Paulo”
REPOSITÓRIO  Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional
DESCRIÇÃO Com detalhes, jornal narra briga entre dois ursos no zoológico de Colônia, Alemanha, em que um deles morreu:

Um espectaculo que é raras vezes dado ao homem contemplar, espectaculo pelo qual mais de um imperador romano teria certamente dado uma fortuna, foi visto ultimamente por uma multidão numerosa no Jardim Zoologico de Colonia.
Dous ursos brancos do mar Glacial, animais celebres por sua ferocidade, bateram-se no seu fosso, e um delles succumbiu depois de um combate furioso. Estes dous ursos tinham sido transportados de Spitzberg [ilha norueguessa] ha cinco anos; havião-nos [sic] alojado em fossos quadrados, ladrilhados e forrados de pedra, no meio dos quais se acham grandes pias, constantemente cheias de água.
A conducta destes carnívoros fôra excellente até os ultimos dias, em que uma violenta rixa rebentou de repente. A femea refugiou-se no cume de um rochedo, atraz de uma das bacias; o macho não tentou perseguil-a [sic]; ali esteve ela acocorada durante três dias, até o momento em que, apertada pela fome, decidiu-se a descer.
Logo que o macho a viu approximar-se, soltou um rugido de envolta com um medonho ranger de dentes; depois, enfurecendo-se, precipita-se sobre ella e começa a despedaçal-a com as garras dianteiras.
Uma luta terrível se travou; mas a femea ficou dentro em pouco por baixo.
Avisou-se o pessoal do Jardim Zoológico, que acudiu o mais depressa possível, depois de se ter munido de compridas trancas de ferro; mas foi impossível separar os combatentes.
Sabe-se que os ursos brancos dos mares polares, que são de uma força prodigiosa, têm os ossos da cabeça muitos mais duros que os ursos da terra; por mais pancadas que lhe derão não puderão atordoar o macho, que, cahindo sobre a femea, lhe arrancou os olhos e a esmagou, por assim dizer, da cabeça até as garras; depois arrastou-a até o fundo de uma pia, onde a segurou debaixo da água até que se certificasse de que ella não dava já signal de vida. Retirou-a então, e pôs-se a passear com o cadáver em redor do fosso. Finalmente, ao cabo de uma hora, cansado pela luta e pelas feridas que recebêra, foi deitar-se na sua cama, que os guardas fechárão immediatamente, deixando cahir as grades de ferro.
Tendo sido examinada a fera morta, pôde-se ver as feridas terríveis que fazem com os dentes e com as garras estes ferozes animais carnívoros. As carnes da femea cahião aos pedaços: o pescoço e mesmo a cabeça estavão quasi esmigalhados; o resto do corpo tinha mais de 100 feridas. É de notar que durante todo o tempo que durou o combate, estes ursos brancos não soltavão nem um grito, nem um murmurio estranho que fazem ouvir os ursos pardos quando se batem.

 

Espalhe

Presidente do Imperial Instituto Fluminense de Agricultura defende criação de zoo

 

TÍTULO Interior: Fazenda Normal
AUTOR Presidente do Imperial Instituto Fluminense de Agricultura [Luiz Pedreira do Couto Ferraz]
DATA 6 de setembro de 1874
LOCAL Rio de Janeiro
FONTE  jornal “Diário de S.Paulo”
REPOSITÓRIO  Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional
DESCRIÇÃO  Jornal reproduz ofício endereçado a José Fernandes da Costa Pereira Júnior (ministro e secretário de Estado dos negócios da agricultura, commercio e obras públicas) pelo Visconde do Bom-Retiro (presidente do Imperial Instituto Fluminense de Agricultura). Nele, o visconde defende a construção de um zoológico no Rio de Janeiro com animais nativos brasileiros, fazendo correlação entre o nível de civilização de uma sociedade e a presença de um jardim zoológico

 

Espalhe

Anúncio oferece dinheiro para captura de soldado francês para zoo

TÍTULO Gazetilha, Que Curiosos!
AUTOR desconhecido
DATA 18 de setembro de 1870
LOCAL Colônia, Alemanha
FONTE  jornal “Diário de S.Paulo”
REPOSITÓRIO  Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional
DESCRIÇÃO  Jornal reproduz anúncio publicado na “Gazeta de Colônia”, provavelmente sarcástico, em que era prometido dinheiro ao primeiro soldado alemão que aprisionasse um francês para expô-los em zoológico

 

1870 . set. diario de s paulo

Espalhe

Funcionário de zoo morre após aposta desastrada nos EUA

TÍTULO  Aposta desastrosa
AUTOR desconhecido
DATA  29 de março de 1874
LOCAL zoológico da Philadelphia [Filadélfia], EUA
FONTE  jornal “Diário de S.Paulo”
REPOSITÓRIO  Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional
DESCRIÇÃO  Homens fazem aposta em zoológico dos EUA sobre se serpente seria capaz de devorar um carneiro de uma só vez. Funcionário do zoo deixa de alimentar a cobra para ganhar 25% do valor da aposta. No momento do “espetáculo”, porém, animal ataca guarda e o mata.

 

Espalhe

Grande Circo americano traz onça, hiena e leão para São Paulo

TÍTULO  Grande Circo Americano, Meridional, Olympico, Equestre, Gymnastico, Mimico, Equilibrista e Zoologico da COMPANHIA AMERICANA MERIDIONAL
AUTOR desconhecido
DATA  1º de julho de 1866
LOCAL São Paulo, endereço exato não divulgado
FONTE  jornal “Diário de S.Paulo”
REPOSITÓRIO  Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional
DESCRIÇÃO Circo de propriedade de James Pedro Adams promove exposição de animais, entre eles, águias, hiena, búfalo, leão, onça, veado, faisão, cazae;  Anúncio diz que circo auxiliará nas despesas para a guerra contra o Paraguai

 

Espalhe

Breve crítica ao Jardim da Luz

 

TÍTULO Telegrapho (nota)
AUTOR desconhecido
DATA 21 de fevereiro de 1866
LOCAL Jardim da Luz (São Paulo)
FONTE  jornal “Diário de S.Paulo”
REPOSITÓRIO  Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional
DESCRIÇÃO Breve crítica ao Jardim da Luz, que não seria botânico nem zoológico

 

Espalhe